A rede de ensino do Projeto Formação Gesac é formada por professores e alunos-tutores dos Institutos Federais de Educação, Ciência e
Tecnologia (IFs) que, por meio de ferramentas de Educação a Distância
(EaD), ministram aulas para monitores – pessoas escolhidas dentro dos
Pontos Gesac. Esses monitores, por sua vez, capacitarão os chamados
multiplicadores, integrantes da própria comunidade, no mesmo conteúdo
recebido: Educomunicação, Educação e Cidadania, EaD, Software, Hardware
e Redes. As aulas serão ministradas de forma presencial e à distância
até março de 2010.

Para conquistar seu certificado de aprendizagem, o monitor deverá repassar o conhecimento a, no mínimo, três pessoas de dentro de seu Ponto Gesac. A proposta é que todo o sucesso do esforço realizado para
a capacitação desse monitor não dependa unicamente dele. Caso um
monitor se afaste do Ponto, outras pessoas poderão disseminar o
conhecimento recebido.

REDE DE ENSINO DO PROJETO FORMAÇÃO GESAC

PÓLOS DE FORMAÇÃO: professores-orientadores e alunos tutores
Os Pólos de Formação são constituídos por professores-orientadores e alunos-tutores de onze Institutos Federais
de Ciência e Tecnologia (IFs) do país. Os professores-orientadores
capacitarão os monitores em Tecnologias de Informação e Comunicação
(TICs) de forma presencial e à distância, assim como também formarão
seus alunos tutores em Educação à Distância para que estes prestem
atendimento aos monitores dos Pontos. O material didático que será
utilizado pelos Pontos de Formação, produzido por pesquisadores do
Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará, abordará os
seguintes conteúdos:

- Educomunicação
- Educação e Cidadania
- Educação a Distância (EAD)
- Software, hardware e redes

Pólos de Formação nos IFs e respectivos estados atendidos:
IFPA – PA, AP, TO
IFAM – RR, AM, AC
IFPE – BA, SE, AL, PE
IFMA – MA, PI
IFRN – RN, PB
IFCE - CE
IFGO – GO, DF, MS, MT, RO
IFPR – RS, PR, SC
IFMG – MG
IFRJ – RJ, ES
IFSP – SP

APOIO DOS IFS E PONTOS GESAC AOS PÓLOS FORMADORES

Além da parceria com os Institutos Federais (IFs) que atuam como Pólos de Formação – onde se concentram os professores-orientadores e alunos tutores – o Projeto tem o apoio de mais oito IFs que
participarão como Unidades Descentralizadas de Formação e também de
nove Pontos Gesac. Com isso, os Pólos de Formação terão o apoio
presencial de tutores e de infra-estrutura nas cidades mais distantes,
facilitando assim o acesso dos monitores aos locais dos cursos.

Durante o curso presencial nas Unidades Descentralizadas, os monitores serão acompanhados pelo aluno tutor do respectivo Pólo Formador e pelo PID de sua região. Os Pontos Gesac contarão com a
presença de um PID e de um professor do Instituto Federal do Ceará.

Unidades Descentralizadas de Formação:
Instituto Federal de Roraima
Instituto Federal do Piauí
Instituto Federal de Campina Grande
Instituto Federal do Rio Grande do Sul
Instituto Federal de Rio de Janeiro
Instituto Federal do Mato Grosso
Instituto Federal da Bahia
Instituto Federal do Amazonas – São Gabriel da Cachoeira

Pontos Gesac de apoio:
Pará (Santarém) – Grupo de Defesa da Amazônia
Amapá – Pólo UAB Santana
Sergipe – Ponto Gesac (UAB)
Alagoas – Ponto Gesac (UAB)
Mato Grosso do Sul – Ponto Gesac (UAB)
Santa Catarina – Ponto Gesac
Acre – Ponto Gesac
Mato Grosso Sul – Ponto Gesac

PONTOS GESAC: monitor, multiplicador e o Promotor de Inclusão Digital

Monitor
O Monitor será selecionado pelas Instituições Responsáveis pelos Pontos e pelo Ministério das Comunicações. Ele participará da formação
na modalidade semi-presencial fornecida pelos professores e alunos
tutores. Já com o conteúdo assimilado, ele transmitirá seu
conhecimento à, no mínimo, três multiplicadores, no caso, pessoas da
comunidade do Ponto Gesac em que atua. A formação dos multiplicadores
será pré-requisito para a sua certificação junto ao Instituto Federal
responsável por sua região. O monitor contribuirá para a identificação
e seleção dos multiplicadores e também para a qualificação do uso dos
Pontos Gesac.

Multiplicador
Alvo final do Projeto, o multiplicador será escolhido dentro da comunidade frequentadora do Ponto Gesac. Após capacitado pelo monitor
presencialmente em seu Ponto, o multiplicador terá a missão de propagar
os conteúdos no segmento da comunidade onde atua. Desta forma o
programa chegará diretamente ao beneficiário final com maior
capilaridade, excluindo a dependência da disponibilidade do monitor. A
previsão é que a capacitação atinja mais de dois mil multiplicadores.

Promotores de Inclusão Digital
Além de capacitar os monitores e multiplicadores em Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), o Projeto Formação Gesac propõe a
qualificação do uso dos Pontos Gesac por meio de sua consolidação nas
localidades como equipamento público promotor de desenvolvimento local
sustentável.

Os Promotores de Inclusão Digital (PIDs) são pessoas que estão em contato direto com as comunidades, realizando oficinas de comunicação comunitária, economia solidária, consciência ambiental, educação e
cultura e outros. A partir desse trabalho, eles dão mais qualidade ao
uso dos Pontos Gesac, promovendo o desenvolvimento de projetos
comunitários e fortalecendo as redes de conhecimento.

Os PIDs acompanham também todo o processo de formação do monitor nas capacitações presenciais realizadas pelo projeto.